Sobre

Ainda há passos largos a serem caminhados para a completa inserção de todos os públicos nos projetos de arquitetura, com base no Desenho Universal. Por isso, se torna necessário ter um profissional que compreenda plenamente o que é promover a acessibilidade e conquistar um projeto e um ambiente construído pleno para todos, sem remendos e exageros desnecessários.

Quanto mais no início da concepção as premissas e demandas de acessibilidade forem consideradas, mais as soluções estarão integradas e passarão despercebidas, para atender a necessidade de um público diverso: usuários de cadeiras de rodas, muletas, bengalas e andadores, pessoas com deficiência auditiva, visual ou com restrições cognitivas, anões, gestantes e idosos.

Meu objetivo principal é contribuir com construtoras, escritórios de arquitetura e engenharia para que seus empreendimentos estejam efetivamente aptos a permitir o acesso, permanência e uso, seja em uma nova construção ou na adaptação de uma existente, mesmo que tombada pelo patrimônio histórico. As palavras-chave são autonomia, segurança e conforto. Valores que todo espaço construído necessita ter.

foto de close da arquiteta Elisa Prado (sorrindo)

 

FORMAÇÃO PROFISSIONAL:

ELISA PRADO DE ASSIS – arquiteta e urbanista, pela Universidade Presbiteriana Mackenzie (1999-2003), pós-graduada em Tecnologia de Edificações para Engenheiros e Arquitetos, pela POLI-USP (2006-2008) e mestra pela FAU-USP com o tema “Acessibilidade nos bens culturais imóveis” (2009-2012).

Por seis anos trabalhou com a Comissão Permanente de Acessibilidade da Prefeitura de São Paulo atuando em análise de projetos, vistorias técnicas, formação técnica profissional de arquitetos e engenheiros e desenvolvimento de material didático.

Atualmente tem como principais atividades realizar consultorias, vistorias técnicas, projetos e ministrar cursos e palestras sobre acessibilidade, com o objetivo de garantir a plena acessibilidade nos espaços edificados.